Seja bem vindo (a)

Pretendo aqui; mostrar meus trabalhos, minhas vontades, meus desejos,
algumas lembranças, outros fatos, enfim; divulgar e trocar idéias.
Esse
trabalho é um início, poderá ser meu meio, meu durante e o meu pra
sempre.
Espero que apreciem minhas idéias.

bjs

até sempre

28 de jul de 2012

Mega Artesenal 2012 / 01-07-2012

Mais fotos que estavam presas na minha máquina. São da Mega deste ano.
Andei por toda a feira, tinha muita coisa legal.
Eu espera encontrar mais novidades de fabricantes para patchwork, e infelizmente não foi o que aconteceu. Vi muitas pessoas com seus produtos já prontos, lindos e maravilhosos. 
Scrapbook era o que mais tinha na feira. Cada trabalho lindo... enxeram os olhos.
Comprei algumas coisas, é claro, né, sacomé.
Mas o que mais valeu a pena na feira; foi a Casa da Mega. Organizada pela Flávia Ferrari e outras parceiras maravilhosas. A casa estava linda, maravilhosa. Que vontade de morar lá.
Seguem algumas fotos do que eu vi por lá.






Entre muitas; esta vitrine de scrap foi a que eu mais gostei. Tinha tecido por lá, vai ver que foi por isso.


27 de jul de 2012

Sacola Dobrável


41 X 41

Corações Série Lasie




Bolsinha Coruja

 A Soninha que me pediu essa bolsinha; vai guardar dentro dela; seu tablet.



Saquinhos e Corações

Conjuntos de saquinhos com coração pequeno cheiroso.




22 de jul de 2012

Caixa de Presente



10ª Semana Senac do Patchwork 23/06/2012

Bom; 1 mês depois e eu aqui atrazadéssima para fazer este post. Só hoje consegui arrancar as fotos da minha máquina. Mas; vamos lá mostrar tudo de bom que eu vi por lá e comprei por lá também.


Logo na entrada o fusca patch da Rita Paiva
  

O picnick da Lu Gastal





Painéis do saguão da feira

Painéis do saguão da feira

Futons e puf da Renata Blanco

Tecidos que comprei da Renata Blanco



Parte da coleção de tecidos da Lu Gastal

Tecidos que comprei da Lu Gastal

Tildas da Lu Gastal
Esses termo colantes eu comprei do Arte Têxtil. Conheci pessoalmente a Sandra  Pagano que sempre me atende muito bem quando faço minhas compras pelo site.
Clutch que compre em um stand que infelizmente não me lembro mais o nome


Melancia para Magali

Presente para minha amiga Magali





11 de jul de 2012

Capas de almofadas

Capas de almofadas que fiz para minha cunhada e para minha sobrinha.



Olha a Majú arrastando a almofada. A foto tá tremida, eu sei, mas quem disse que essa menina para quieta. Muuuuuiiiiito fofinha.


Estou participando do mosaico na Casa Corpo e Cia; com este post.

O bordado



Recebi esse texto; por email; de uma grande amiga minha.
Bordado tem muito a ver com boa parte do meu trabalho, mas a história é também pertinente.
Boas reflexões!!!

BORDADO
O Prof. Damásio de Jesus é um dos maiores tratadistas do Direito Penal Brasileiro, com incontáveis publicações na área Processual. Em novembro de 2002 ele escreveu isso:
- Quando eu era pequeno, minha mãe costurava muito.Eu me sentava no chão, brincando perto dela,  e sempre lhe perguntava o que estava fazendo. 
Respondia que estava bordando.
Todo dia era a mesma pergunta e a mesma resposta.
Observava seu trabalho de uma posição abaixo de onde ela se encontrava sentada e repetia:
- Mãe, o que a senhora está fazendo?
Dizia-lhe que, de onde eu olhava, o que ela fazia  me parecia muito estranho e confuso. Era um amontoado de nós, e fios de cores diferentes,  compridos, curtos, uns grossos e outros finos.
Eu não entendia nada. Ela sorria, olhava para baixo e gentilmente me explicava:
- Filho, saia um pouco para brincar e quando terminar meu trabalho eu chamo você e o coloco sentado em meu colo. Deixarei que veja o trabalho da minha posição.
Mas eu continuava a me perguntar lá de baixo:
- Por que ela usava alguns fios de cores escuras e outros claros?
- Por que me pareciam tão desordenados e embaraçados?
- Por que estavam cheios de pontas e nós?
- Por que não tinham ainda uma forma definida?
- Por que demorava tanto para fazer aquilo?
Um dia, quando eu estava brincando no quintal, ela me chamou:
- Filho, venha aqui e sente em meu colo.
Eu sentei no colo dela e me surpreendi ao ver o bordado.
Não podia crer! Lá de baixo parecia tão confuso!
E de cima vi uma paisagem maravilhosa!
Então minha mãe me disse:
- Filho, de baixo, parecia confuso e desordenado  porque você não via que na parte de cima havia um  belo desenho. Mas, agora, olhando o bordado da  minha posição, você sabe o que eu estava fazendo.  Muitas vezes, ao longo dos anos, tenho olhado para  o céu e digo:
- Pai, o que estás fazendo?
Ele parece responder:
- Estou bordando a sua vida, filho.
E eu continuo perguntando:
- Mas está tudo tão confuso... Pai, tudo em  desordem. Há muitos nós, fatos ruins que não
terminam e coisas boas que passam rápido.
- O Pai parece me dizer: 'Meu filho, ocupe-se com seu trabalho, descontraia-se, confie em mim e...
Eu farei o meu trabalho. Um dia, colocarei você em  meu colo e então vai ver o plano da sua vida da  minha posição.'
Muitas vezes não entendemos o que está acontecendo  em nossas vidas.
As coisas são confusas, não se encaixam e parece  que nada dá certo.
É que estamos vendo o avesso da vida!
Do outro lado, Deus está bordando...

(SIMPLESMENTE PERFEITO!!!)